Como todos nós somos influenciados e possíveis influenciadores

 internet mudou completamente a forma como consumimos. É só pensar na quantidade de coisas que você teria que explicar que consome se estivesse conversando com seu bisavô. Se antes nos víamos dependentes de opiniões de famosos e de propagandas no mínimo tendenciosas para decidirmos qual a nossa próxima TV, hoje praticamente todo mundo que compra online procura a opinião de outros usuários para validar sua compra.

Review, unboxing, recebidos, mimos e por aí vai…

A decisão da compra sai do rosto da celebridade, paga pela empresa para divulgar o produto, e passa para quem de fato o compra e a popularização das redes sociais têm um impacto grande nisso. 

Isso porque com mais pessoas interagindo pelas redes, a nossa relação com o consumo também foi afetada. 

O provador ta diferente…

Em uma realidade em que mais da metade das pessoas no mundo têm acesso à internet, e na qual um terço dessas possui perfil em algum serviço do Facebook Inc., fica fácil de perceber o peso das redes sociais nos hábitos de consumo de seus usuários.

Com alguns milhares – ou milhões – de seguidores bem engajados, os perfis ganham o poder de influenciar diretamente na decisão de compra de outras pessoas. Ou seja, esse novo modelo de influência nos faz voltar para um cenário onde a percepção do valor de determinada compra passa pela opinião de terceiros. 

Uma grande pensadora da nossa época 😞✊

Mas influencers não são “malvados” que nem uma empresa que só quer vender

A lógica é simples: conseguimos nos identificar mais facilmente com influencers fazendo um comercial de banda larga de internet do que com o galã da novela das nove anunciando um perfume francês em horário nobre. ¯\_( ͡° ͜ʖ ͡°)_/¯

É óbvio que não podemos deixar isso de lado. Afinal, é justamente esse senso de identificação pessoal que torna a opinião e o gosto do influenciador algo tão valioso. 

Ta focando???

É isso que amamos nas redes sociais, né? É sempre bom quando nos identificamos com outra pessoa, outro grupo e outra realidade. Mas isso já acontece faz tempo. 

Leia também: Como as marcas se posicionam no mundo acelerado

Empresas de marketing dos mais diversos setores exploram há décadas a relação dos consumidores com o conteúdo que produziam. Apesar disso, com a possibilidade de qualquer pessoa ser um influenciador, essas empresas também ficaram de cabeça pra baixo com esse novo segmento importantíssimo tomando tanto espaço.

Sabe aquela história sobre as novelas surgirem pra vender sabão? É isso! 

E é nesse cenário que surge o Marketing de Influência, que nada mais é do que uma ação publicitária pensada junto desses influenciadores digitais para vender algo para o público deste. Justamente por conta da relação de confiança e do poder de instigar decisões em seus seguidores, principalmente nos mais jovens. Mas isso também afeta a sua tia que tá no grupo de airfryer rs

Aí já viu, né?

Com alto poder de engajamento, o Marketing de Influência tem a capacidade de amplificar o alcance da mensagem passada. Esse sucesso se deve, em grande parte, pela identificação do público com o influencer em questão. No fim das contas, eles são gente como a gente, pessoas que podemos confiar na recomendação sincera. 

Bem, pelo menos é assim que os próprios usuários das plataformas enxergam. Uma percepção perigosa e, até certo ponto, ingênua. Isso porque o influenciador é tão passível de utilizar-se de movimentos desonestos e antiéticos quanto uma empresa.

Minha língua é igual chicote.

Ao mesmo tempo, observamos como os próprios usuários não dormem no ponto na hora de apontar erros. Para que sejam eficazes, as ações de marketing de influência devem ser feitas com influenciadores que tenham a ver com o negócio veiculado. Não adianta mais querer vender publi apenas com base no número de seguidores de alguém. O que vale é a conexão em comum da marca com o público do influencer. E em muitas áreas na vida, conexão é tudo! 

Quer que a gente fale mais sobre isso? Comente aqui ou manda uma mensagem pra gente (っ◔◡◔)っ ❤

Leave A Comment